Mel melhor do que antibióticos para tratamento de problemas respiratórios

Às vezes, o melhor remédio é o mais simples.


Há muito que o mel é apontado como um remédio caseiro para ajudar a aliviar tosses e constipações, mas uma nova pesquisa descobriu que o doce é possivelmente melhor para tratar estas condições do que alternativas aparentemente mais fortes.

No estudo surpreendente, publicado na revista BMJ Evidence-Based Medicine, os cientistas da Universidade de Oxford afirmam que o mel é uma alternativa eficaz às prescrições, incluindo antibióticos, bem como aos tratamentos sem receita quando se trata de aflições respiratórias leves.

Numa revisão e análise de 14 estudos, incluindo as experiências de 1.761 participantes, os investigadores concluíram que o mel foi consistentemente mais bem-sucedido e mais rápido na melhoria dos sintomas, incluindo a frequência e gravidade da tosse, do que outros tratamentos.

“O mel foi superior ao tratamento comum para a melhoria dos sintomas de infeções do trato respiratório superior”, concluíram os autores do estudo, citados pelo Post. Os investigadores salientam ainda que o mel não é apenas uma cura mais eficiente, como também não tem, praticamente, efeitos secundários. A prescrição excessiva de antibióticos, por sua vez, causou uma epidemia de ‘superbactérias’ resistentes a medicamentos e infeções imunes ao tratamento. “O mel pode ajudar nos esforços para retardar a disseminação da resistência antimicrobiana”, escreveram os cientistas. “É uma alternativa amplamente disponível e barata”.

Os cientistas reconhecem, porém, que são necessárias mais pesquisas sobre o assunto. 


Like it? Share with your friends!