Como cuidar da sua pele

Mais do que uma questão de imagem, cuidar da sua pele é um requisito de saúde que deve ser levado a sério. Descubra aqui as nossas dicas.


pele

Tal como a fachada de um edifício, a pele (órgão mais extenso do corpo humano) está sujeita a elementos agressores que a deterioram e a envelhecem precocemente.

Para além destes fatores externos como o frio, o calor ou o vento, a perda gradual de colagénio (proteína fundamental para a elasticidade da pele) faz com que, com o avançar dos anos, as rugas se acentuem.

Mais do que uma questão de imagem, cuidar da sua pele é um requisito de saúde que deve ser levado a sério.

Não existe um elixir da eterna juventude, mas ao darmos à nossa pele os cuidados que ela merece estaremos a mitigar os efeitos do envelhecimento e a garantir que esteja no seu melhor em cada fase da vida.

Dicas para cuidar da sua pele

Sabonete de limpeza, sérum, cremes anti-idade e anti-rugas, creme para área dos olhos, fotoprotetores, etc. A lista de cremes e tratamentos para a pele é virtualmente infinita, mas será que estamos a utilizar os mais corretos?

Não basta corrermos para a farmácia para comprarmos um creme hidratante. A pele, como outro qualquer órgão do nosso corpo, exige que adotemos cuidados em função não só das nossas necessidades específicas (rugas, pele seca, etc.), como da nossa idade.

A pele de uma pessoa com 20 anos não é a mesma da de alguém com 65 anos, por isso, os cremes e tratamentos a utilizar também não serão os mesmos como veremos já de seguida.

• Adolescentes e Jovens adultos

As noites mal dormidas, a má alimentação, o tabaco e as festas até de madrugada são agentes agressores que potenciam o aparecimento de acne ou oleosidade. Embora a pele, nestas idades, se mantenha firme, estas agressões podem deixar consequências, especialmente no rosto.

Cremes e tratamentos a aplicar:

Para além de se afastar dos escaldões, todos os cremes nesta idade devem envolver filtros UVB/UVA porque é nesta idade que as alterações causadas pelo sol vão deixar marcas.

Procure cremes com ingredientes antioxidantes, vitamina C e com filtros de protecção solar. Se tiver marcas de acne ou inflamações, os cremes devem ainda ter ácido salicílico ou peróxido de benzoíla.

O que fazer:

Limpar e manter a pele livre de impurezas (para não piorar o acne e a oleosidade que, mesmo no fim da adolescência, podem persistir), proteger do sol e hidratar.

Lavar de manhã para remover os excessos de oleosidade natural da pele, colocar protector solar e hidratar. No caso das mulheres que utilizam maquilhagem, a escolha deve recair sobre produtos leves e não oleaginosos.

Depois de um dia de trabalho ou estudo, deve limpar bem e aplicar, de acordo com as suas necessidades específicas, tratamentos hidratantes, anti-oleosidade ou anti-acne.

Para quem só dá por terminado o dia depois de uma saída nocturna, utilize um sérum antioxidante ou com vitamina C para aliviar os danos que as festas provocam. Semanalmente deve ser feita esfoliação para limpar as células mortas.

• Adultos entre os 30 e os 40 anos

Por esta altura é comum aparecerem as primeiras rugas, manchas e linhas de expressão mais marcadas (sulcos nos cantos dos lábios e testa, por exemplo).

A perda de colagénio acentua-se o que provoca uma maior dificuldade da pele em regenerar-se. Para ajudar a que o peso da idade não se reflita de forma tão forte na sua pele e estimule o processo de regeneração celular, tem de começar a apostar, cada vez mais, numa alimentação carregada de antioxidantes e cremes anti-idade que contenham colagénio.

Cremes e tratamentos a aplicar:

Cremes hidratantes ricos em antioxidantes, fórmulas clareadoras (para as manchas), cremes com vitaminas C e E (que estimulam a produção de colagénio) e retinol (aumenta a capacidade de renovação da pele). Deve, contudo, evitar utilizar retinol durante o dia porque o sol desativa os seus efeitos tornando os cremes inúteis.

O que fazer:

Lavar de manhã, usar protetor solar e hidratar. No caso de uma mulher, as melhores fórmulas são aquelas que, ao mesmo tempo que retiram a maquilhagem, apaziguam e tratam.

Creme dos olhos (com proteção solar) durante o dia e com hidratação à noite para diminuir as linhas e aumentar a flexibilidade da pele deve também devem fazer parte dos tratamentos a adoptar.

Para além disto, pode, semanalmente, fazer máscaras e esfoliação. Isso dará à sua pele uma vitalidade adicional.

• Adultos entre os 40 e os 50 anos

Nas mulheres desta faixa etária, a pele tem tendência a ficar mais seca devido à entrada na pré-menopausa e consequente quebra na produção de hormonas, mas não só. A fragilidade, a flacidez e as manchas aumentam e as pequenas linhas de expressão não desaparecem com tanta facilidade.

Como o colagénio é produzido em quantidades cada vez menores, a pele vai perder firmeza fazendo surgir com maior prevalência as rugas e o efeito de “pele murcha”.

Cremes e tratamentos a aplicar:

Creme anti-idade com filtros de protecção solar ou protector solar (nunca menos que fator 45), cremes anti-manchas ou preenchedores de firmeza, sérnuns, cremes anti-idade específicos para os contornos dos olhos e boca.

Pondere, igualmente, a utilização de produtos com efeito tensor e lifting.

Deve adicionar tratamentos que adicionem a hidratação que a pele está a perder e ingredientes que criem colagénio, como os peptídeos, e que melhorem a textura da pele, como o retinol.

O que fazer:

Lavar de manhã, usar protetor solar ou creme anti-idade com filtros de protecção solar. No final do dia, limpe bem e aplique os tratamentos anti-idade, anti-manchas ou preenchedores e de firmeza.

A esfoliação semanal continua a ser importante.

• Adultos com 50 anos ou mais

A menopausa traz à mulher alterações hormonais que se reflectem em pele fina, seca e aceleradamente envelhecida (perda de tom, os olhos encovados e a flacidez, por exemplo). E porque a capacidade da pele para reparar o colagénio diminui à medida que os níveis de estrogénio caem, as rugas tornam-se, nesta idade, muito acentuadas.

A resposta a estas “maleitas” passa por uma boa e constante hidratação da pele e pela procura de produtos que estimulem a produção de colagénio.

Cremes e tratamentos a adoptar:

Produtos firmadores, tensores ou de lifting são bons aliados. Se procura resultados mais dramáticos, pode procurar tratamentos a laser e outras opções de rejuvenescimento de pele (não-invasivas ou invasivas).

Para estimular a hidratação sugerem-se fórmulas com ingredientes como ácido hialurónico, enquanto para a renovação celular e estimulação de colagénio se deve considerar o ácido glicólico.

Quanto à proteção contra a oxidação causada pelos radicais livres e à procura de tratamentos com efeto clareador deve-se, respectivamente, investir em produtos com vitamina C e vitamina E.

O que fazer:

De manhã, lavar e aplicar hidratantes fortes. Como os cremes com retinol deixam a pele sensível ao sol, os protetores solares de amplo espectro (+50) são, nesta idade, obrigatórios.

À noite, lavar bem e aplicar fórmulas com ingredientes anti-idade fortes antes dos hidratantes noturnos. Uma nota, os produtos de limpeza devem ser próprios para não retirar a humidade da derme. A esfoliação continua a ser fortemente recomendada.


Like it? Share with your friends!