Carpe diem: Espontaneidade pode ser ‘chave’ da felicidade, sugere estudo

A pesquisa foi realizada pela OnePoll.


Os seres humanos são criaturas de hábitos, mas, de acordo com uma nova pesquisa, talvez todos devêssemos deitar os planos pela janela. Um estudo recente, que contou com a participação de 2 mil americanos, constatou que as pessoas que se consideram ‘espontâneas’ têm 40% mais chances de se ver como uma ‘pessoa feliz’ e 38% mais chances de dizerem que estão satisfeitos com a vida.

A pesquisa, realizada pela OnePoll, perguntou aos entrevistados sobre quantas vezes agem espontaneamente. Surpreendentemente, parece que a maioria dos americanos é espontânea com bastante frequência; o americano médio toma 6.709 decisões espontâneas anualmente (18 vezes por dia). Exemplos de tais decisões incluem: experimentar um novo restaurante, ir para casa por um caminho diferente, entre outros.

De facto, apenas um em cada seis entrevistados se descreve como não espontâneo. Mesmo entre esse grupo, um em cada três admite que se sente mais feliz depois de tomar uma decisão espontânea. No total, 72% dos entrevistados partilham o mesmo sentimento.


Like it? Share with your friends!