Marmelo: Um símbolo (por vezes esquecido) do outono

Neste mês de outubro, para assinalar a chegada do outono, o Lifestyle ao Minuto dá destaque ao marmelo. Trata-se de "uma fruta muito pouco calórica e com alta riqueza nutricional", diz a nutricionista Mariana Abecasis, no âmbito da rubrica 'Alimento do Mês', onde nos fala acerca deste alimento, rei da cozinha portuguesa, mas por vezes esquecido pelas gerações mais jovens.


O marmelo é um fruto arredondado e amarelo, da família da pera e da maçã.

É uma fruta muito pouco calórica (apresenta cerca de 39 calorias por 100g) e com alta riqueza nutricional. Rica em vitaminas A, C e complexo B, fibras solúveis, pectinas e ainda em minerais como potássio, ferro e cobre.

Apesar de comestível, é uma fruta que devido à sua adstringência, à dureza e aspereza da sua polpa e ao seu sabor amargo, acaba por não ser consumida crua. No entanto quando cozinhada ganha um sabor doce e uma consistência mole, sendo muito apreciada e usada na culinária portuguesa.

É normalmente comida cozida ou assada, sendo que o seu principal uso acaba por ser na forma de marmelada e geleia, doces tão tipicamente portugueses.

Pela sua riqueza em pectina o marmelo é muitas vezes usado para solidificar geleias de outros frutos e é uma ótima forma de conseguir consistência de geleia sem ter que recorrer aos açúcares de adição. 

Igualmente bom é o puré de marmelo, que servido com canela, fica uma autêntica sobremesa! 

Apesar de muito típico desta época e de ser um símbolo outonal, por vezes o marmelo é esquecido e desvalorizado pelas novas gerações.

Sabia que!

As flores do marmeleiro além de altamente aromáticas são totalmente comestíveis?

  • Podem ser secas e usadas para infusões.
  • Podem ser usadas para adornar e dar sabor floral aos cozinhados.
  • Ou até usadas com fins decorativos e de cheirinho ambientador.


Like it? Share with your friends!