Coco: aproveitado da casca à polpa


Coco: aproveitado da casca à polpa
Coco: aproveitado da casca à polpa

Se há fruta que faz jus à máxima “na Natureza nada se perde, tudo se transforma”, é o coco: aproveitado da casca à polpa.

Apesar de o olharmos, fundamentalmente, como um produto alimentício, a verdade é que o coco é altamente multifacetado e, para além de contribuir para uma alimentação saudável, pode ser utilizado em áreas tão diferentes como o vestuário, a cosmética ou até a energia.

Venha conhecer um pouco melhor esta fruta dos “sete ofícios”.

Aproveitamento e benefícios do coco

• Leite de coco

Elaborado a partir da polpa do coco, este leite pode ser utilizado em substituição do leite de vaca por veganos, intolerantes a lactose ou alérgicos à proteína do leite.

• Óleo de coco

Extraído mediante a prensagem da polpa, o óleo de coco é muito como substituto das gorduras de origem animal, muitas delas saturadas e hidrogenadas.

O óleo de coco contém uma série de substâncias com elevada atividade antioxidante que pode ter efeitos protetores sobre o coração, o que foi demonstrado, recentemente, em ratinhos hipertensos.

Além disso, o consumo deste tipo de gordura (leite e óleo) parece reduzir substancialmente o stresse oxidativo e alguns processos inflamatórios presentes na doença oncológica e cardiovascular.

Para além da sua utilização enquanto produto alimentar, o óleo de coco é também amplamente empregado pela indústria cosmética na elaboração de loções para a pele e produtos (champôs, condicionadores, etc.) para o cabelo.

• Farinha de coco

Depois da hidratação e secagem da polpa do coco, obtêm-se aquilo a que se chama farinha de coco.

Utilizada como substituta da farinha de trigo ou como ingrediente de batidos e iogurtes, a farinha de coco possui um alto teor de fibras, baixo índice glicémico e não contém glúten.

• Açúcar de coco

Extraído das flores da palma de coco, este açúcar é 100% natural (não processado), livre de agro-tóxicos e aditivos químicos e é fonte de diversas vitaminas e minerais.

Apesar de alterar ligeiramente o sabor dos alimentos, este é um tipo de açúcar mais saudável dos que o açúcar de cana pelo seu reduzido índice glicémico.

• Água de coco

Se o coco fosse uma empresa, a água de coco seria a sua imagem de marca. Tal não é por acaso dado que se trata de uma água muito hidratante, rica em vitaminas e minerais (potássio, fósforo, ferro e cálcio), oligoelementos, fibra e com baixo teor de açúcar.

• Manteiga de coco

Feita a partir da polpa do coco seco, esta manteiga, apesar de ser cara, é uma excelente alternativa para barrar o pão e para fazer bolos para quem não come lacticínios ou é intolerante à lactose.

• Fibras do coco

Utilizadas na confecção de roupas, chapéus e toalhas de mesa. Para além disto, as fibras de coco são ainda bastante exploradas no artesanato, indústria automóvel (estofo dos bancos), escovaria (vassouras), tapeçaria, pintura (produção de pincéis) e de produtos de limpeza (sabão). 

• Casca do coco

Para além de a partir da casca do coco poderem ser produzidos combustíveis do género do carvão vegetal e bio-etanol, esta parte do coco também assume-se como um excelente adubo natural, uma vez que as suas fibras servem de base a biomantas que ajudam a evitar a erosão do solo e a recompor a vegetação.

Alimentação com coco: receitas

Deixamos-vos agora com duas receitas fáceis de confeccionar em que o coco é a estrela da companhia.

• Trufas energéticas

Ingredientes

1/4 chávena de amêndoas com casca previamente torradas, 1/4 chávena de coco ralado, 1 colher de chá de manteiga/óleo de coco, 1 colher de sobremesa de manteiga/pasta de amêndoa, 1 colher de chá de maca (opcional), 2 colher de sobremesa de cacau em pó, 4 tâmaras demolhadas (20 minutos) e sem caroço e 1 colher de sobremesa de mel.

Modo de preparação

Coloque todos os ingredientes no processador de alimentos e triture até ficar com uma pasta que deve levar 10 minutos ao congelador. Posteriormente, retire do frio e faça bolas com as mãos, passe-as por coco ralado e leve mais uma hora ao congelador. Por fim, lambuze-se.

• Manteiga de coco

Ingredientes: 300 g de coco ralado (biológico é opcional), 1 pitada de sal (opcional) e óleo de coco (opcional).

Modo de preparação

Coloque o coco ralado no robô de cozinha e utilize a velocidade máxima para picar. Interrompa o processo de dois em dois minutos para remexer e picar até obter uma pasta liquida. Se sentir dificuldades em picar o coco, acrescente uma colher de sopa de óleo.

Finda esta parte, adicione uma pitada de sal (opcional) e guarde a manteiga em frascos no frigorífico para ficar mais sólida ou no armário se a preferir mais líquida.

Coco: aproveitado da casca à polpa! Gostou?


Like it? Share with your friends!