Cientistas criam maneira de tornar o chocolate de leite mais saudável

Boas notícias para todos os gulosos.


O chocolate de leite é, provavelmente, o mais apreciado em todo o mundo. Porém, não oferece os benefícios nutricionais da sua versão negra – que conta com altos níveis de compostos fenólicos, poderosos antioxidantes – e também não contribui para a boa forma física. Assim, se é apreciador, vai gostar de saber que os cientistas do Serviço de Pesquisa Agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) descobriram que acrescentar resíduos de amendoim, e até de café, ao chocolate de leite pode tornar o doce mais saudável.

De acordo com a revista Galileu, os cientistas procuraram testar a ação de diferentes tipos de resíduos agrícolas no organismo, particularmente cascas de amendoim. “O nosso objetivo inicial era o de extrair os fenólicos e encontrar uma maneira de misturá-los com os alimentos”, disse Lisa Dean, líder do projeto.

Os compostos fenólicos encontrados no chocolate negro e nas cascas de amendoim têm antioxidantes que, no organismo, atuam contra inflamações e atuam ‘contra’ o envelhecimento. 

Para criar o chocolate de leite saudável, a equipa norte-americana moeu as cascas até formar um pó e extraíram os compostos fenólicos com etanol 70%. A acrescentar, extraíram os antioxidantes de borras de café e folhas de chá usadas. Depois, o pó fenólico foi combinado com maltodextrina, um aditivo alimentar, para facilitar a incorporação no produto final.

Foi possível criar quadradinhos de chocolate de leite com concentrações de fenólicos até cerca de 0,8%, de forma a não modificar o sabor ou a textura.


Like it? Share with your friends!